Câmera do iPhone XS Max

 

A tela OLED de 6,5 polegadas do iPhone XS Max é considerada a melhor já testada em um smartphone, enquanto o processador A12 Bionic anda batendo recordes de desempenho. E a câmera? Como de costume, o DxOMark já tratou de avaliar as fotografias capturadas pelo lançamento da Apple: com 105 pontos, ele bateu o Galaxy Note 9, mas ainda não superou o Huawei P20 Pro na metodologia do laboratório.

A câmera traseira principal do iPhone XS Max é composta por um sensor de 12 megapixels com tamanho físico maior que o do iPhone X, continuando com a lente de seis elementos com abertura f/1,8. A secundária permanece com um sensor menor e uma teleobjetiva de f/2,4. A Apple também refinou o processamento, com um HDR mais inteligente.

E por que o iPhone XS Max não ganhou a disputa? De acordo com o DxOMark, há uma perda de detalhes e um nível de ruído maior no modo de zoom em comparação com o Huawei P20 Pro. Além disso, o ruído com baixa iluminação é mais alto que em outros smartphones premium, e as fotos tiradas com o flash quádruplo tendem a ficar mais escuras do que deveriam.

Quanto à gravação de vídeo, o iPhone XS Max atingiu uma pontuação de 96 pontos, “graças a um desempenho excepcional em condições de alta iluminação”. O foco automático é rápido e preciso, a estabilização de imagem funciona bem, e o nível de detalhes é alto. Ele não foi melhor porque, com baixa iluminação, há algumas inconsistências no balanço de branco e redução no nível de detalhes.

O ranking atual de câmeras de smartphones do DxOMark é liderado pelo Huawei P20 Pro (109 pontos), seguido por iPhone XS Max (105 pontos).